#vtcontar Moda: Entrevista com a Rosália, da Reverbcity

Neste espaço de moda vou apresentar empresas brasileiras que eu admiro! Pra iniciar, vou te contar sobre a Reverbcity.

Por trás da #músicaqueveste: há anos a Reverbcity faz parte do meu guarda roupa e da minha rotina através das camisetas exclusivas e de alta qualidade. Mas há cerca de 1 ano eu tive o prazer de conhecer o trabalho da Reverb um pouco mais de perto, desde quando fiz amizade com a Rosália, dona da marca! Pra quem não conhece, a Reverbcity é uma loja online de camisetas inspiradas em bandas, filmes e séries. Todos os produtos são feitos a partir de designs próprios e a excelência da loja é de deixar a gente bobo…. tudo é pensado: desde o embrulho até a qualidade da camiseta, não por acaso a marca está no mercado há 16 anos e merece todo o reconhecimento.

A seguir uma entrevista que fiz com a Rosália Lopes:

O modo de criação da reverbcity é bem destacável, desde a confecção das artes únicas até o corte da camiseta e a embalagem diferenciada. Como foi o processo de criação desse conceito? Vcs sempre deram preferência a isso mesmo que acarrete num custo maior? Rosália: A Reverbcity desde outubro de 2016 vem mudando a sua forma de produzir as camisetas… as artes sempre foram artes criadas a partir de inspirações de designer’s e não são cópias reproduzidas, através disso, temos estampas exclusivas, passamos à produzir estampas digitais para acarretar em um menor impacto ambiental… A malha também faz parte do processo de escolha, acarretando um custo mais alto sim, mas trabalhamos com a mesma malha desde o início, 100% algodão… as embalagens vamos mudar, ainda não sabemos quando e nem como será… mas desde o início da marca à 16 anos o intuito sempre foi manter o diferencial…

– A reverbcity hoje em dia é uma empresa composta só por mulheres. Como vc acha que isso pode refletir no produto de vcs? Rosália: Na verdade a empresa é composta por uma mulher, que sou eu (dona da marca), na produção que é terceirizada existe uma mulher que dá todo apoio à essa estrutura e traz todo diferencial para a qualidade do que é proposto por eles… na busca de escolha da galera que faz as artes, tenho buscado por mulheres para realizar as produções das estampas, entre outras pessoas que já produziram pra nós, entre mulheres, homens, designer’s, e pessoas que são pura inspirações, e que tem qualidade e entende o que está sendo proposto…  sempre buscando novos olhares, novas oportunidades, novos conceitos. A Reverb sempre foi uma empresa que vendeu “MÚSICA QUE VESTE!” desde a minha entrada em outubro de 2016 até hoje, e como proposta da marca desde o início ( trazer para dentro algo que seja seu), seja numa banda, música, etc… continua com o mesmo propósito, só que com um lado mais feminino… Só vejo evolução e realização!!!

– Há alguma região do Brasil que há mais procura pelas camisas reverbcity? Rosália: Olha,  não só no Brasil, mas no mundo a Reverbcity é reconhecida… sempre tem gente de fora entrando em contato pelo email e perguntando se a gente vende pra fora rsrsrs… aqui, as grandes cidades sempre buscaram mais, como São Paulo, Rio, Curitiba, Santa Catarina, temos bastante clientes no nordeste que sempre entram em contato conosco tb… mas num modo geral, essas que citei… Tenho procurado expandir a marca na cidade que situamos (hoje) que é Londrina, que é conhecida, mas não tanto!!!

– Você já pensou em expandir para lojas físicas, até mesmo franquias ou sempre pensou em manter as vendas online? Rosália: A marca já teve lojas em São Paulo, deu certo no início, mas já faz tempo que não tem mais… no momento vamos ficar com a marca apenas como e-commerce mesmo, assim podemos estar em qualquer lugar, rsrsrs… é bem difícil manter uma loja on-line, mas é prazeroso ver o seu trabalho sendo reconhecido e compartilhado…

– Uma loja online de camisas rock com tanto tempo de funcionamento, imagino q vc tenha atravessado muitas dificuldades. Nesses 16 anos de história, um feito incrível, qual é o maior obstáculo q vcs tem enfrentado: a queda da popularidade do rock nas novas gerações ou a oscilação econômica do país? Rosália: A Reverb sempre foi uma marca de camisetas exclusivas de música, antes o rock clássico ganhava a cena, o indie rock sempre foi o forte por aqui, e com o tempo pelo que recebo dos meus clientes, continuar produzindo rock é o que nos mantém aqui, mas; hoje buscamos integrar outros estilos musicais sem perder a qualidade… nesse ano de de 2020 lançamos algumas novas coleções, como as Musas do Jazz, a Coleção Hey,Dj! Que vem ganhando os corações por aqui… e a Reverb Aposta, que é uma variedade do que Apostamos para o mundo.. como o rock e o folk… entre outros…

– Apesar de vermos bastante destaque ao sertanejo e suas vertentes nas rádios, podemos observar que a moda segue o estilo rock, tanto que às grandes lojas de departamento e os próprios artistas de outros gêneros usam roupas no estilo rock. Houve perda nas vendas devido a aparente falta de popularidade do rock ou a moda segue imune? Rosália: Acredito que não somos imunes à nada (olha a situação atual do mundo), rs… já a “moda” é ampla de mais pra gente dizer se teve ou não uma perda na “popularidade do rock”, pois estamos à 16 anos seguindo uma linha e pelo visto + 16 anos vem por ai rsrsrs… o que eu vejo são muitas marcas que vendem muitos estilos e acabam se perdendo, e agora muitas delas fazem mais pelo dinheiro do que pelo era proposto, pelo gosto, pelo que era proposto, enfim…  A “moda” no geral cresce a cada dia dando espaço para as produções caseiras e maravilhosas, marcas independentes que vem ganhando a cena e isso é muito bom… a Reverb seguia uma linha apenas de rock, não mudamos o que vendemos porque a popularidade de pessoas que gostam de rock caiu…  estamos mudando porque tudo que envolve a marca mudou… mas a essência continua sendo: Música que veste!

– E agora durante a quarentena, vocês continuam vendendo normalmente? Qual estratégia vocês adotaram para superar essa fase? Rosália: “Nada será mais como era antes” Já dizia a música do cantor Silva. Tenho uma equipe que trabalha comigo ( freela, produção ,etc) muito empenhada para continuar trabalhando sem esbanjar muito, porque aqui ; ninguém tem dinheiro pra isso, mas sem perder a qualidade do atendimento e do que é proposto por cada um. As vendas diminuíram sim, mas em um contexto geral, não só aqui, pois eu dependo de grandes cidades, de pequenas cidades para dar continuidade no trabalho que eu venho fazendo sozinha à tanto tempo, estamos trabalhando em casa, seguindo todas as normas da OMS e … as estratégias continuam sempre as mesmas, buscar trazer para o cliente uma experiência única! Que é o que fazemos de melhor!!! Quem compra conosco sempre diz 3 coisas: Eu amo as estampas exclusivas e originais nessa marca, um excelente atendimento e uma camiseta que dura a vida toda!!!

– Pra finalizar… indica 3 músicas pra colocarmos no Põe na Playlist no spotify:

Rosália: Muse -uprising, I love my Friends – foster the people, The Kills – future starts slow.

E aí? Já amam a Reverbcity também? Só pra instigá-los, deixo aqui uma amostra das estampas da marca e os convido a irem ao site deles para conhecer tudinho: clique aqui.

Estampas da Reverbcity

#banda #camiseta #camisetabanda #reverbcity

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo