top of page

Sobre assédio, synths eletrizantes e sad songs




Indicações quentinhas para hoje! Começamos com Sabotage, de Chiara, artista pop já conhecida por aqui. Seguida pela estreia de Zoe Fromer: Part Time Lover, minha aposta de sucesso indie. Finalizando com Happiest Day, uma música triste.







⚡️Vamos lá:


1) Sabotage - CHIARA

"Sabotage" é o primeiro single do EP que será lançado em maio, é uma faixa pop e marca uma nova fase na carreira da artista. É uma música incrível e o clipe trouxe uma produção visual que surpreende e ilustra a impressão de opressão seguido pelo renascimento final.

Sob melodia dançante, o pop alternativo aborda o tema do assédio que Chiara sofreu, assim como tantos outros jovens. No entanto, não se trata de choro, mas de uma grande vontade de recuperar o poder.

Ouça já:


 

2) Part Time Lover - ZOE FROMER

O single de estreia de Zoe Fromer, “Part Time Lover”, é um pop contemporâneo eletrizante e sexy, rico em sintetizadores e fala sobre não ser o primeiro a enviar uma mensagem no dia seguinte de um encontro.

O videoclipe, filmado em filme 35mm, segue ela e um fantasma distante através dos estágios de uma situação.Zoë Fromer é vocalista, compositora e tecladista com sede na cidade de Nova York.

Ouça já:


 

3) Happiest Day - CHLOE COPOLOFF

Para os amantes de músicas tristes: Chloe Copoloff lançou ontem Happiest Day. A letra foi escrita um dia após um amigo contar que o seu primeiro amor tinha se casado com outra mulher, sendo que 6 meses atrás ele havia dito que ainda a amava. Chloe ficou devastada e compôs essa música bonita e triste.

OUÇA JÁ:



 
⚡️E aí, põe na playlist?

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page